jacqueline.assumpcao@sinergya.com.br

R$ 990,00

Certificado incluso

Duração: 10 horas

VALORIZAÇÃO ENERGÉTICA DE RESÍDUOS NO BRASIL

O curso aborda o tema de forma abrangente, considerando os aspectos ambiental, legal e tecnológico, todos eles igualmente necessários. Serão discutidas a atual geração e disposição de resíduos no Brasil, bem como os aspectos legais que envolvem estas atividades. São apresentadas, também, as tecnologias empregadas no seu aproveitamento energético e os sistemas de controle das emissões atmosféricas produzidas. Finalmente, será discutido de forma rápida os processos de licenciamento ambientel envolvidos na implantação unidades industriais voltadas ao assunto.

Como será visto, as técnicas de tratamento têm aplicabilidade e maturidade tecnológica bastante variadas, compreendendo desde sistemas de grande capacidade ("mass burn") até outros de aplicação mais específica e restrita, como o uso de plasma. Certos processos contam com décadas de experiência, enquanto outros não têm ainda este mesmo nível de utilização prática.

Os sistemas de controle das emissões atmosféricas das unidades de tratamento térmico assumem várias configurações e fazem uso de diferentes tecnologias, de acordo com as exigências legais necessárias para o atendimento dos limites de emissões. Estes limites, ou padrões de emissões, são estabelecidos por resoluções estaduais e federais que diferem entre si, mesmo quando cobrem a mesma finalidade. Seu conhecimento e aplicabilidade, são requisitos essenciais para conduzir um processo de licenciamento ambiental com êxito.

Como resultado, o aluno receberá uma visão panorâmica da área de valorização energética e tratamento de resíduos, desenvolvida de forma responsável e com profissionais com larga experiência no tema, que permitirá o aperfeiçoamento de seus conhecimento sobre esse importante assunto, que cada dia ganha mais espaço no mercado de trabalho.

Detalhes do Curso

Dia 1 A Política Nacional de Resíduos Sólidos, a Recuperação Energética de Resíduos e o Coprocessamento

A Política Nacional de Resíduos Sólidos, a Recuperação Energética de Resíduos 

Instrutor: Prof. Luiz Carlos Fonte Nova de Assumpção

    Panorama da questão dos resíduos sólidos no mundo

    Diagnóstico da situação de resíduos sólidos no Brasil

  A Política Nacional de Resíduos Sólidos como ferramenta da Gestão de Resíduos Sólidos

 A Recuperação Energética dos Resíduos como uma forma de destinação final ambientalmente adequada

Coprocessamento de Resíduos

Instrutor: Eng. Rafael Fenerich Mauri

    O que é Coprocessamento?

    Processo de Fabricação de Cimento;

    Tipologia de Resíduos Coprocessáveis;

    Desafios do Coprocessamento no Brasil;

•  Coprocessamento pelo Mundo – Melhores Práticas 


Dia 2 – Pirólise e Gaseificação

Pirólise

Instrutor: Prof. Luiz Carlos Fonte Nova de Assumpção

    O que é?

    Tecnologias disponíveis

    Caracterização dos produtos da pirólise

    Desempenho ambiental e energético

•  Aplicações e limitações

•  Estudo de caso

 

Gaseificação

Instrutor: Prof. Josmar Davilson Pagliuso

    O que é?

    Tecnologias disponíveis

    Desempenho ambiental e energético

•  Aplicações e limitações

•  Estudo de caso

 

Dia 3 – “Mass burn” e Plasma

“Mass burn”

Instrutor: Prof. Josmar Davilson Pagliuso

•  O que é?

   Desempenho ambiental e energético

• Como são construidas as plantas

•  Aplicações e limitações

•  Estudo de caso

 

Plasma

Instrutor: Prof. Josmar Davilson Pagliuso

•  O que é?

•  Aplicações e limitações

•  Estudo de caso

 

Dia 4 - Biogás

Instrutor: Prof. Fabio Soares

·   O que é o Biogás?

·   Histórico do Biogás

·   O Processo de Decomposição Anaeróbia

·   Composição Média do Biogás

·   Principais Fatores que Influenciam a Formação do Biogás

·   Aspectos Físico-Químicos do Biogás

·    Poder calorífico do Biogás

·    Equivalências do Biogás de várias origens

·    Tecnologias Aplicadas a Produção de Biogás

·    Produção de Biogás – ETEs, Vinhaça, Dejetos Animais e Resíduos Sólidos Urbanos

·   Tecnologias Aplicadas a Conversão a Energia Elétrica

·    Motores Ciclo Otto

·    Microturbinas a Gás

·  Tecnologias Aplicadas a Conversão a Energia Térmica

·    Tecnologia Aplicada a Utilização Veicular e a Iluminação a Gás

·    Exemplos e Casos de Aplicação e Uso do Biogás no Brasil e no Mundo

 

Dia 5 – Tratamento e Controle das Emissões Atmosféricas e Aspectos básicos do Licenciamento Ambiental

Instrutor(es): Profa. Giovana Rubin, Profa. Maria Carolina R. Falaguasta e Prof. José Mateus Bichara

•  Aspectos gerais do Licenciamento Ambiental – LP/LI/LO

• Legislações Federal e Estadual (São Paulo) aplicadas à questão de recuperação energética do lixo e oxidação térmica como tratamento final:  Limites de emissão – legislação federal e estadual (São Paulo) – abrangência e limitações

o  Tratamento de emissões Atmosféricas provenientes do aproveitamento energético de resíduo sólido urbano para o atendimento aos limites legais:

o Poluentes regulados;

o Condições operacionais;

o Condições de monitoramento

 

Prof. Luiz Carlos F. N de Assumpção - Bacharel em Engenharia Química (UERJ/2005), Mestre em Química, com ênfase em Química Ambiental (UERJ/2008). Especialista em SMS em Obras de Engenharia de Construção e Montagem (UFF/2011), Especialista em Gestão Ambiental na Indústria (FACULDADE UNYLEYA/2021) e Auditor líder em SGI – Sistema de Gestão Integrado. É Consultor Ambiental e de Projetos, tendo como principais atividades licenciamento ambiental de unidades industriais, elaboração de pareceres técnicos, auditorias ambientais e de Sistemas de Gestão de Segurança Operacional (SGSO), implantação de Sistema de Gestão Ambiental, projeto básico e detalhamento de unidades de refino, petroquímica e FPSOs e validação de novas de novas tecnologias. É membro do Núcleo Acadêmico da Associação Brasileira de Recuperação Energética de Resíduos – ABREN, da Associação Brasileira de Análise de Risco, Segurança de Processos e Confiabilidade – ABRISCO e da VDI (Associação de Engenheiros Brasil - Alemanha) e Sócio Diretor da PGA Engenharia e Meio Ambiente.

Eng. Rafael Fenerich Mauri – Engenheiro Ambiental e Químico pela Escola Superior de Química Oswaldo Cruz (2014), com MBA em Gestão de Negócios. Possui mais de 15 anos de experiência profissional na área de Gestão de Resíduos e mais de 12 anos na Indústria de Cimento atuando em diferentes aspectos da atividade de Coprocessamento de Resíduos. Entre 2016 e 2020 Head de Coprocessamento da Ind. De Cimento de Moçambique & África do Sul, sendo responsável pela implementação e desenvolvimento da atividade nos dois países africanos. Atualmente atuando na área de Coprocessamento do Grupo InterCement no Brasil

Prof. Josmar D Pagliuso -, Professor da Universidade de São Paulo (EESC-USP) de 1983 a 2019 com três dezenas de orientações de mestrado e doutorado, extensa publicação em leitos fluidizados, emissões de poluentes do ar, motores de combustão interna e combustíveis renováveis. Responsável pelas disciplinas Termodinâmica, Transferência de Calor, Mecânica dos Fluidos, Refrigeração e Poluição do Ar entre outras. Palestrante em eventos e docente em cursos de formação profissional. Mestrado e doutorado pela Universidade de São Paulo em processos em leitos fluidizados, pós doutorado pelo MIT (Massachussets Institute of Technology) na área de emissões de poluentes do ar. Extensa experiência industrial e acadêmica em tratamento térmico de resíduos domiciliares, industriais e de serviços de saúde, tratamento de emissões poluentes de fontes fixas e de motores de combustão interna, combustão, gaseificação e transferência de calor em leitos fluidizados borbulhante e circulante, desenvolvimento industrial de caldeiras de potência, gaseificadores e calcinadores em leito fluidizado, e de sistemas de incineração e pirólise em fornalhas rotativas, aplicação industrial de combustíveis derivados da biomassa, resíduos e de misturas biomassa/resíduos, recuperação de energia em aterros sanitários e estações de tratamento de esgoto. Lattes,  http://lattes.cnpq.br/2484242478371745

 

Prof. Fabio Rubens Soares - graduado em Engenharia Química pela Escola Superior de Química Oswaldo Cruz (1980), Administração de Negócios pela Mauá, Pós Graduação em Gestão Ambiental pela FAAP, Mestrado em Gestão Ambiental pelo Senac SP e Doutorado na área de Energia pela Universidade Federal do ABC. Pós Doutorado no Instituto de Energia e Ambiente (IEE) da Universidade de São Paulo (USP). Foi Coordenador do curso de Engenharia de Energia e Tecnologia em Logística do Centro Universitário Senac - São Paulo e Professor da Fundação Armando Álvares Penteado. Foi Professor mensalista e Pesquisador do Centro Universitário SENAC e Coordenador do Comitê de Implantação do curso de Pós Graduação em Energia. Atuou por mais de 30 anos na Indústria Química e Petroquímica com vasta experiência internacional. MBA pela Harvard Business School. Possui larga experiência na área de Ciências Ambientais, Energia, Produção e Operações Industriais, atuando principalmente nos seguintes temas: administração, manufatura, energia, produção, operações, manutenção, logística, qualidade, meio ambiente, segurança e saúde, gestão de pessoas, liderança, conscientização ambiental, educação ambiental e sustentabilidade. Atualmente é Consultor de Empresas e Diretor da Enviroservices (treinamentos em Meio Ambiente, Energia e Sustentabilidade), Pesquisador do GBio (Grupo de Pesquisa em Bioenergia) no IEE-Instituto de Energia e Ambiente da USP e Especialista da ABREN/WtERT Brasil (Associação Brasileira de Recuperação Energética). Membro de Governança Corporativa e Conselho Fiscal de uma S.A. em SP.

 

Profa. Giovana Rubim - Engenheira Química e pós-graduada em Gestão Ambiental e MBA em Gestão Financeira e Controller. Atua há 19 anos com projetos na área de poluição e qualidade do ar, em vários trabalhos como: Estudos de Impactos Ambientais (EIA), Estudos de viabilidade, Modelagem de dispersão de poluente atmosféricos e odor, monitoramento de qualidade do ar (definição de rede de monitoramento e operação), inventário de fontes e emissões atmosféricas de poluentes regulados e gases de efeito estufa (GEE) e avaliação e estudos de alternativas de controle de emissões atmosféricas e indicadores ambientais. De 2002 a 2007 atuou no desenvolvimento do sistema de inventário de emissões da Petrobras, das áreas de E&P, Refino, Transporte e Distribuição, das unidades do Brasil, Argentina, Peru e Bolívia. Na área de gestão, desenvolveu e implantou indicadores ambientais em 10 unidades de mineração (Votorantim metais), no Brasil, Peru e Colômbia. Atuação nos mais diversos setores industrias, com destaque para o setor de Oil & Gas, Mineração, Siderurgia, Automobilístico. Atua em gerenciamento de projetos a mais de 10 anos, tanto na gestão técnica como financeira, de projetos de variados portes e equipes multidisciplinares, incluindo a gestão de projetos internacionais.

 

Profa.Maria Carolina R. Falaguasta - Engenheira Química pela Universidade Federal de São Carlos. Possui mestrado e doutorado em engenharia com ênfase em controle ambiental pela mesma instituição, além de cursos de especialização em meteorologia da poluição do ar, química da atmosfera, tratamento de efluentes líquidos e gerenciamento de resíduos sólidos pela USP. Focou sua carreira especialmente no controle de poluentes atmosféricos, área que atua há 17 anos nos setores Energia, Indústria, Mineração e Resíduos Sólidos. Suas principais atuações são: estudo de dispersão de poluentes atmosféricos, estimativa de emissões de poluentes, inventário de fontes de emissão de gases de efeito estufa e poluentes regulamentados, diagnóstico e avaliação de qualidade do ar, avaliação de Impactos, monitoramento de emissões fugitivas de compostos orgânicos voláteis e licenciamento ambiental.

 

Prof. José Mateus Bichara – Engenheiro Químico pela Universidade Federal de São Carlos, com mestrado em engenharia pela mesma instituição. Possui mais de 35 anos de experiência profissional, liderando equipes e grupos de trabalho no desenvolvimento de planos de monitoramento e de controle de fontes estacionárias de emissões atmosféricas, estudos de dispersão atmosférica de poluentes, alternativas de controle e tratamento de gases de fontes emissoras, projetos de sistemas avançados de tratamento de gases, auditoras ambientais e licenciamento ambiental.

Foi Engenheiro de Desenvolvimento e Gerente de Projetos do IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (1985 – 1991). Atuou profissionalmente nas empresas Econsult Estudos e Avaliações Ambientais Ltda. (1992 – 1998), ERM Econsult Ltda. (1998 – 2002), ERM Brasil Ltda. (2002 – 2006), AirServices Estudos e Avaliações Ambientais Ltda. (2006 – 2015), SGW Services Ltda. (2007 – 2015) e Cronolab Referência em Anállises Químicas e Ambientais Ltda. (2010 – 2015). Foi responsável pelas Operações de Engenharia da SGS AirServices Estudos e Avaliações Ambientais (2015–2018). Atuou com Presidente da AWMA – Air and Waste Management Association – Seção Brasil em duas gestões (Gestão 2008 e 2017/2018).

Dedica-se, atualmente, ao fornecimento de consultoria técnica ligada a questões ambientais para empresas de médio e grande porte, voltadas principalmente a geração de energia a partir de combustíveis alternativos e de resíduos sólidos urbanos e industriais, desenvolvendo estratégias e protocolos de gestão voltadas a sustentabilidade de empreendimentos desse setor.

 

ENTRE EM CONTATO


Favor informar o curso de interesse para envio de mais informações e esclarecimentos de dúvidas. Agradecemos seu contato e assim que possível retornaremos.

Endereço

Sinergya Treinamentos

E-mail

jacqueline.assumpcao@sinergya.com.br

Telefone

(11) 954264973

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site. Saiba mais